Está difícil começar a investir?
Você faz parte de um grupo de pessoas que apenas investe o dinheiro que sobrou no mês após pagar as despesas, ou de um grupo que primeiro separa o investimento e depois paga as contas?


Enquanto você pensa na resposta que mais se encaixa com a sua realidade, vamos entender conceitos básicos importantes no processo de educação financeira: despesa e receita. As despesas são os gastos que você gera, e para calcular, basta incluir gastos com alimentação, cinema e saída com amigos.
A receita é o valor que você ganha mensalmente: a mesada, por exemplo. Não esqueça de descontar taxas como de administração de contas, para que você considere realmente o que é líquido.

Voltamos a pergunta inicial: você faz parte de qual grupo? Se você pertence ao primeiro grupo, está na hora de mudar! O investimento deve ser a primeira parte separada da sua receita. Todos os meses, tenha uma meta de investimento mensal sobre a porcentagem do seu rendimento. O ideal é separar 20%, o restante utilize para as despesas. Lembre-se: se você investir apenas o que sobrar, nunca investirá!